Translate

sábado, 19 de maio de 2012

Conheça uma cidade sem bolhas nos pés



Em vários lugares da Europa – e de outros continentes – você pode encontrar os ônibus de turismo que circulam pela cidade apresentando os seus principais pontos turísticos: os famosos “Sightseeing” ou “Hop on Hop off”. Geralmente são vermelhos e de dois andares, sendo a parte superior com cobertura transparente, ou simplesmente descoberta, garantindo uma melhor visualização da cidade e seus monumentos (diferente do metrô subterrâneo) e possibilitando ótimos flashes. Quando a cidade é grande ou cheia de atrações, além de haver mais de um circuito de ônibus, há também um outro que pode ser feito a pé (walking tour), acompanhado por um guia. Informe-se antes sobre horários e valores, escolha o circuito mais interessante ou faça ambos. 

Você pode adquirir o bilhete válido por 24 ou 48 horas (pagando apenas um pouco mais), em postos especializados da empresa ou no próprio veículo. O seu tempo começa a contar a partir da hora que você compra o bilhete. O fone de ouvido que você ganha é para acompanhar o áudio explicativo que funciona como um guia. É possível ouvir em várias línguas, e muitas vezes, em português também. 

Pegue o mapa que mostra todo o circuito proposto e os pontos de parada que te possibilitam descer, para uma visita ou caminhada, e subir novamente quando quiser. Se preferir, faça primeiro uma volta completa no ônibus e observe os melhores pontos para, numa segunda volta, descer e apreciar com mais tempo os trechos e atrações escolhidos. Estes ônibus costumam circular das 9 da manhã às 18h.  O horário pode variar de acordo com a cidade, com o circuito (quando há mais de um) e com a frequência de turistas.  

Cheque as outras vantagens como, por exemplo, preços especiais para crianças e idosos, descontos em vários estabelecimentos e a chance de evitar filas quando o ticket para museus for adquirido no ônibus. Se seu tempo é curto (ou se seus pés já estão com bolhas), esta é uma ótima opção para otimizar sua visita.


Texto e foto por Adriana Jardim

Nenhum comentário:

Postar um comentário