Translate

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Calendário de Natal, será que foi ideia de Jó?


Este post não é pra falar de crenças e valores. É que achei tão legal esse tal “Calendrier de Noel” que gostaria de falar falar um pouco sobre ele.

Aqui na França, no país das tradições, a espera pelo Natal começa com um delicioso calendário.  Não foi ideia de Jó, há quem diga que o calendário do Advento é de origem germânica, mas foi criado para as crianças esperarem pacientes o dia do Natal. Então, entre 1º e 24 de dezembro, cada dia é uma surpresa. São 24 itens embalados, separadamente, em caixinhas, saquinhos ou janelinhas, depende do modelo escolhido.

Populares e criativos, estes calendários são preparados para crianças e adultos. Podem ser lúdicos ou gourmets, com surpresas em chocolates, biscoitos, brinquedos, maquiagem, perfumes, mensagens e até (hummmm) cervejas especiais!

Já em uma cidade do interior da França, um grupo de amigos transformou a ideia em evento social. E, cada um desses 24 dias, eles se reunem na casa de um deles pra tomar o famoso vinho quente. Resultado?... 25 dias de muita festa!

Esse ano, eu aderi a tradição com surpresas em chocolate e confesso me divertir junto com as crianças. É simples, mas faz a gente sorrir!

Experimente essa brincadeira. Se você não encontrar pra comprar, segue um link com o passo a passo para você confeccionar e personalizar o seu. 


Boas Festas!!!!

terça-feira, 22 de abril de 2014

obra-PRIMA, você VERÁ


Há um mês ela chegou mudando todo o cenário da França. Se vestiu de cores, lançou perfumes no ar e, a cada dia que passa, nos encanta e impressiona com seu glamour e beleza.

A primavera é assim: surpreendente! E, nesse palco naturalmente iluminado, todas suas estrelas são vedetes. Se destacam, cada qual a seu tempo, a medida que entram em cena com seus variados figurinos que atraem apreciadores de toda natureza.

Belas e repletas de simbolismo, árvores e flores inspiram, decoram, perfumam e expressam os mais belos sentimentos. Além de tudo, na maioria das vezes, proporcionam saúde, alimentando corpo e alma.

Verdadeira obra-prima da natureza, Monet que o diga!








 Texto e fotos por Adriana Jardim.
Fotos dos Jardins de Claude Monet por Rafael Romeiro.


sábado, 29 de março de 2014

E o tira-gosto é?

 Língua! (merece um clique)
Huuummm… e lembra  Beercast Brasil (também merece um clique) pois combina bem com cervejas especiais (mas com moderação kkkk) e eu adoro tudo isso.  O programa dessa semana (#46) deixou duas coisas bem claras. Uma é que a cerveja apresentada é sensacional e merece ser degustada. E a outra, é que gosto, no sentido de paladar, é igual a   (piiiiiiii)  impressão digital, cada pessoa tem um. É verdade! Cada pessoa tem um paladar único que varia devido a vários fatores como composição da saliva, idade, obesidade, números de células das papilas gustativas, hábitos e muitos outros. Ou seja, uma mesma substância vai gerar diferentes reações, podendo para um ser insípida e para outro extremamente forte e insuportável. Além disso, está intimamente ligado ao olfato e pode sofrer mudanças, o que explica o fato de você passar a gostar de um alimento ou bebida que não suportava antes. 
E por que ficamos tão desconcertados quando manifestamos um gosto contrário ao do outro? Talvez uma resposta esteja na lista de regras não escritas da vida, mas o que era pra ser super natural recebe o rótulo de sinceridade e, às vezes, acaba causando constrangimento. 
Portanto, não se acanhe e, se numa situação como essa, alguém fizer "cara de quem comeu e não gostou", explique que não é uma questão de opinião, é simplesmente biológico. 

Texto por Adriana Jardim, arquiteta, viciada em Comté, tem um Sommelier em casa, toma vinho toda noite mas o aperitivo é cerveja.

Para saber mais: 
Paladar: o mais fino dos sentidos.
Por que o paladar muda com o tempo?
Comer, em todos os sentidos.
Língua para fora.
Pessoas obesas podem ter paladar mais apurado.

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Cerveja em Champagne? Como assim?


Por incrível que pareça, cerveja e champagne casam muito bem!  Mas eu não estou falando de um coquetel exótico,  é que em Reims (uma cidade da região de Champagne onde foram coroados os reis da França) tem uma cervejaria excepcional.

Tudo começou com 3 amigos, mestres cervejeiros, que se juntaram, montaram a fábrica e foi um sucesso na França. Depois, seus descendentes resolveram unir o útil ao agradável e montaram um restaurante com um conceito diferente: servir boa comida podendo acompanhar de perto todo o processo de fabricação das cervejas.

Minha dica é: faça um tour de degustação de champagne nas vinícolas familiares e "Grands Maisons" da região (indico a visita guiada com a France Bubbles Tours - a única empresa da região que faz esse tipo de tour e tem guia que fala português) e termine o dia com as maravilhosas cervejas da Les 3 Brasseurs.

A primeira vez que eu visitei esse lugar eu logo comentei que uma Les 3 brasseurs no Brasil seria sucesso garantido. Alguém viu isso também e olha que legal, pra sorte dos brasileiros apreciadores da boa cerveja, já tem uma em São Paulo


Um brinde e Feliz Ano Novo a todos!!!!








Texto, video e fotos por Adriana Jardim.


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Delicia do fundo do mar


A França é realmente o melhor lugar para se descobrir sabores. Nesse fim de semana, recebemos o convite para uma noite especial em uma adega, acompanhada, é claro, de bom vinho e bons amigos.

O menu estava a cargo do pescador de uma fina iguaria muito tradicional aqui na França - os coquilles Saint-Jacques. O "The Little Big Man", de 11 metros, parte ao mar para 45 minutos de pesca permitidos, duas vezes por semana, de outubro a abril. Muda sempre de lugar já que esses moluscos se locomovem e migram segundo a temperatura da água e movimentos da maré.

No barco, as vieiras são escolhidas conforme o tamanho ideal. Os bebês voltam pro mar até que atinjam a idade de 4 ou 5 anos (tudo bem controlado para que esse molusco não entre em extinção). Depois, vêm parar no nosso prato e eu posso dizer que é uma das coisas mais deliciosas que eu já comi na vida!

Vive la France!



Repetimos o menu em casa, Coquilles Saint-Jacques com trufas!

                                                                                   Texto e fotos por Adriana Jardim.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Sabores de Brie

Depois de um longo e tenebroso inverno ano, eu volto a falar de tudo quanto há! E retorno contando mais uma de minhas experiências sensoriais, agora numa região do interior da França. 

Quando se ouve falar em Brie, logo vem à cabeça o famoso queijo francês. Mas essa região, além de dar origem ao maravilhoso queijo Brie, também produz uma super cerveja artesanal. A Biére de Brie é deliciosa e, junto ao grupo das cervejas especiais de teor alcoólico elevado, sabores e aromas peculiares, é ideal para ser degustada e apreciada tal qual se faz com um bom vinho. 

Eu experimentei a Blonde, com forte bouquet de fazenda, mas existem outros tipos. Veja o que o especialista em cervejas Edu Passarelli   conta sobre essa iguaria. 

Valeu levar pra casa mais essa lembrança da região!


E se quiser saber tudo sobre cerveja é  acompanhar o Beercast Brasil – esses caras também sabem beber melhor.
Texto e fotos por Adriana Jardim.

domingo, 25 de novembro de 2012

Vitrines Belgas


Máquina digital é tudo de bom, dá pra tirar quantas "poses*" quiser. A gente registra tudo e vai jogando no computador até que chega uma hora que é bom organizar. Há muito pouco tempo, resolvi fazer isso e montei uma pasta de viagens - momentos mágicos que não pude deixar de rever um por um. Tudo que atraiu meu olhar tava lá, guardadinho, e foi revivendo revendo que percebi a quantidade de fotos que tenho de mercados e vitrines, de coisas gostosas, estranhas, coloridas ou culturais. A verdade é que as fotos evidenciam nossas pretensões, paixões e, até mesmo, o oposto delas.












* Essa é do tempo em que telefone público era de ficha.

Texto e fotos por Adriana Jardim.